31 3213-0374 | 98955-5665 | 98766-5665 /

Cuide-se!

Aumente sua auto-estima e fique de bem com a vida!
Home > Blog > Os perigos do PMMA, o produto usado por Andressa Urach

Os perigos do PMMA, o produto usado por Andressa Urach

PMMANa maioria dos casos de cirurgias plásticas malsucedidas, as complicações se dão pela estrutura precária das clínicas, pela falta de profissionalismo de quem promoveu a operação e até mesmo pela falta de responsabilidade do paciente. Por isso, é preciso salientar que todos aqueles que passam por algum procedimento cirúrgico, sobretudo por finalidade estética, devem ter atenção a alguns cuidados especiais com a saúde.

A modelo e apresentadora Andressa Urach foi uma das vítimas do uso indevido da PMMA, que visa ao preenchimento de determinadas partes do corpo, assim como para combater as rugas, modelar os glúteos, etc.

O polimetilmetacrilato, conhecido popularmente como PMMA ou metacril, é um produto composto por microesferas de um material que se parece com plástico. A substância traz sérios riscos à saúde.

Em entrevista ao portal G1, o médico Fernando de Almeida Prado, presidente da regional São Paulo da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP-SP), disse que o produto é aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), porém o seu uso deve ser para casos bastante específicos, como no caso dos portadores do vírus HIV, que são acometidos pela lipodistrofia (perda do volume muscular por conta de antirretrovirais).

Mesmo com tantas objeções, o procedimento é oferecido em vários estabelecimentos. Segundo Fernando, o grande problema é o uso indiscriminado da substância.

 

Aplicação do PMMA

 

O PMMA é injetado no corpo da paciente através de uma microcânula e com anestesia local. O produto é aplicado dentro de uma técnica chamada de bioplastia, um procedimento que não exige a realização de cortes ou sedação e não provoca tanto sangramento. Em algumas ocasiões, a paciente até dá orientações de como ou onde prefere o preenchimento.

 

Complicações causadas pelo PMMA

 

O PMMA em grande quantidade no organismo causa inflamação e necrose dos tecidos. Alguns especialistas alertam que a injeção do material em local indevido provoca até mesmo embolia e leva a pessoa à morte. Como o PMMA é biocompatível e não absorvível, a substância forma nódulos pelo corpo, além de outras sequelas irreversíveis, principalmente no aspecto físico.

A modelo Andressa Urach já havia feito aplicações de PMMA e Hidrogel em 2009 (Hidrogel é outro produto, porém menos agressivo se usado corretamente). Ela disse, em entrevista recente, que os médicos conseguiram retirar o Hidrogel, mas que o PMMA ainda estava alojado no músculo da perna, o que talvez tenha sido o motivo de sua complicação. Andressa foi internada às pressas em Porto Alegre e logo depois deu entrada na UTI do Grupo Hospitalar Conceição. Seu estado de saúde hoje é estável, mas até semana passada era considerado grave devido às complicações que o PMMA no organismo poderia causar.

Nunca se esqueça que ao fazer uma cirurgia plástica, a paciente deve verificar o histórico do médico, as condições e as estruturas das clínicas; além dos impactos que a intervenção pode provocar no corpo.  Lembre-se sempre de consultar um cirurgião plástico capacitado e ter a certeza de estar utilizando materiais seguros e confiáveis.

Veja também!

PESQUISA

DR. FREDERICO VASCONCELOS // CIRURGIÃO PLÁSTICO
  • Formado em Medicina pela Faculdade de Ciencias Médicas de Minas Gerais - FCMMG - BH/MG.
  • Especialização em Cirurgia Geral pelo Hospital Biocor - Nova Lima Grande BH/MG.
  • Especialização em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José / Feluma-FCMMG - BH/MG.
  • Membro do Colégio Brasileiro de Cirurgiões.
  • Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.
  • Membro da Sociedade Brasileira de Laser em Medicina e Cirurgia.
  • Membro do Conselho Regional de Medicina de MG.
  • Membro do Conselho Regional do ES.
  • Membro do Corpo Clínico de Cirurgia Plástica do Hospital Materdei.
  • Membro da Equipe de Cirurgia Plastica do Hospital Villa da Serra.
cirurgia plástica cirurgia plastica