31 3213-0374 | 98955-5665 | 98766-5665 /

Bem-estar!

Valorize o que você tem de melhor!
Home > Blog > Prótese peitoral masculina: conheça a cirurgia

Prótese peitoral masculina: conheça a cirurgia

Conseguir um peitoral definido é o sonho de muitos homens, porém não é uma tarefa tão fácil. Muitas vezes, não adianta praticar diversos exercícios físicos, pois não são todos que conseguem ter esta área no formato ideal. A solução para este problema é o implante da prótese peitoral masculina. Sua indicação é para homens a partir dos 18 anos, pois nesta época a região já está desenvolvida. O paciente interessado neste tipo de cirurgia, antes de tudo deve marcar uma consulta com um cirurgião plástico para tirar possíveis dúvidas. Depois é importante que se siga todas as orientações dadas pelo cirurgião.

A cirurgia para colocação da prótese

A anestesia utilizada para a colocação da prótese peitoral masculina pode ser local com sedação, peridural ou geral, dependendo do caso. A incisão é feita nas axilas, para que sejam inseridas próteses peitorais de silicone. O local da incisão não costuma ficar visível, pois é tapado com os pelos das axilas. O procedimento cirúrgico pode durar cerca de 2 horas. O paciente, normalmente pode voltar para sua casa no mesmo dia em que fizer a operação. Engana-se quem pensa que são próteses de silicone iguais às colocadas nas mulheres, elas são desenvolvidas especialmente para os homens e possuem um formato diferente. Ainda há tamanhos diferentes para cada tipo de corpo.

Pós-operatório

No pós-operatório da prótese peitoral masculina pode ser que aconteça uma dormência ou uma sensação de desconforto nos braços nos primeiros dias, mas aos poucos deve diminuir. Deve-se evitar fazer esforços físicos e sair no sol por 30 dias. Para atividades mais pesadas pode ser necessário esperar até três meses. Não é recomendado utilizar roupas muito apertadas. O paciente deve dormir com a barriga para cima para evitar complicações. Pode ser que apareçam algumas manchas roxas pelo corpo, porém elas devem sumir em até um mês. Para ajudar na cicatrização é necessário que o paciente utilize uma cinta peitoral.

Veja também!

PESQUISA

DR. FREDERICO VASCONCELOS // CIRURGIÃO PLÁSTICO
  • Formado em Medicina pela Faculdade de Ciencias Médicas de Minas Gerais - FCMMG - BH/MG.
  • Especialização em Cirurgia Geral pelo Hospital Biocor - Nova Lima Grande BH/MG.
  • Especialização em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José / Feluma-FCMMG - BH/MG.
  • Membro do Colégio Brasileiro de Cirurgiões.
  • Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.
  • Membro da Sociedade Brasileira de Laser em Medicina e Cirurgia.
  • Membro do Conselho Regional de Medicina de MG.
  • Membro do Conselho Regional do ES.
  • Membro do Corpo Clínico de Cirurgia Plástica do Hospital Materdei.
  • Membro da Equipe de Cirurgia Plastica do Hospital Villa da Serra.
cirurgia plástica cirurgia plastica