31 3213-0374 | 98955-5665 | 98766-5665 /

Bem-estar!

Valorize o que você tem de melhor!
Home > Blog > Segurança do paciente: fatores de estilo de vida

Segurança do paciente: fatores de estilo de vida

Há muitos fatores que podem determinar quem é ou não é um bom candidato para um procedimento de cirurgia plástica. Alguns destes fatores incluem limitações específicas de saúde e físicas, bem como condições ou considerações psicológicas. Um dos fatores mais influentes, no entanto, pode estar relacionado com o estilo de vida do paciente em questão.

Organizações como a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica Estética estão ativamente envolvidas na educação do paciente, com o objetivo de informar sobre como suas escolhas de estilo de vida pode afetar a sua segurança durante um procedimento cirúrgico, bem como os seus resultados depois da realização da cirurgia plástica. Os membros da organização rotineiramente aconselham os pacientes a adotarem hábitos de promoção da saúde em suas vidas diárias, tanto antes como depois de suas cirurgias programadas.

É claro, parece óbvio que certas condições médicas sérias fariam da cirurgia plástica desaconselhável para um pequeno número de pacientes. Além disso, também não é incomum para um cirurgião qualificado se recusar ou adiar a cirurgia a ser realiza em um indivíduo que está com sobrepeso ou que fuma.

Alguns dos fatores de estilo de vida que o cirurgião pode querer discutir com você na sua consulta podem incluir:

  • Seu peso atual;
  • História de alterações excessivas de peso;
  • Hábitos alimentares;
  • Vitaminas e suplementos à base de plantas;
  • Hábitos de exercício (frequência e tipo);
  • Fumo (este é um grande problema, uma vez que afeta a cura);
  • Exposição ao fumo passivo o consumo de álcool;
  • Uso de drogas (incluindo medicamentos de prescrição);
  • Exposição ao sol;
  • Padrões de sono;
  • Nível de estresse e mecanismos de enfrentamento;

Ninguém gosta ser informado de que precisa de atenções especiais para ter a cirurgia plástica que sempre sonhou. No entanto, um bom cirurgião está mais preocupado com a sua segurança e com a realização do melhor resultado possível.

 

Faça o que fizer, não minta para o cirurgião ou omita fatos que você teme não tornarem possível a realização de um determinado procedimento. As diretrizes estão lá por uma razão: para protegê-lo. Além disso, quem sabe esse não é um bom motivo para motivá-lo a parar de fumar ou começar a se exercitar?

Veja também!

PESQUISA

DR. FREDERICO VASCONCELOS // CIRURGIÃO PLÁSTICO
  • Formado em Medicina pela Faculdade de Ciencias Médicas de Minas Gerais - FCMMG - BH/MG.
  • Especialização em Cirurgia Geral pelo Hospital Biocor - Nova Lima Grande BH/MG.
  • Especialização em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José / Feluma-FCMMG - BH/MG.
  • Membro do Colégio Brasileiro de Cirurgiões.
  • Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.
  • Membro da Sociedade Brasileira de Laser em Medicina e Cirurgia.
  • Membro do Conselho Regional de Medicina de MG.
  • Membro do Conselho Regional do ES.
  • Membro do Corpo Clínico de Cirurgia Plástica do Hospital Materdei.
  • Membro da Equipe de Cirurgia Plastica do Hospital Villa da Serra.
cirurgia plástica cirurgia plastica