31 3213-0374 | 98955-5665 | 98766-5665 /

Bem-estar!

Valorize o que você tem de melhor!
Home > Blog > Cuidados no pós-operatório

Cuidados no pós-operatório

pos-operatorioToda cirurgia pede muita cautela em sua fase pós-operatória, desde o menor procedimento ao mais trabalhoso. Quando o assunto, então, é cirurgia plástica, os cuidados devem ser tão disciplinados quanto aqueles realizados a fim de reverter algum quadro clínico, por exemplo.

Quem se submete a um procedimento não deve se expor ao sol para não manchar a pele. Nesse caso, o médico determinará o tempo a ser respeitado, dependendo da cirurgia realizada. Outra dica é fazer repouso nos primeiros dias. Evitar esforço físico é essencial para a cicatrização do local, principalmente se a operação tiver sido realizada nos seios, no abdômen, nos glúteos ou em alguma parte onde o movimento do corpo pode influenciar. A drenagem linfática também é aconselhável e precisa ser feita de 3 a 4 vezes por semana, até que o cirurgião dê “alta” dessas sessões ao paciente. A troca de curativos no consultório médico e o uso de medicamentos receitados pelo profissional também são determinantes para uma boa recuperação.

As informações acima são indicadas para o pós-operatório de toda cirurgia plástica. Confira abaixo, portanto, as recomendações para casos específicos:

 

- Para procedimento cirúrgico no rosto:

 

  • Aconselhável não usar maquiagem antes dos primeiros 21 dias, uso de óculos de sol e lenço para proteger a região, não molhar os curativos, não utilizar brincos antes de completar o primeiro mês.

 

- No abdômen:

 

  • Atividade física após 40 dias, cinta modeladora por 60 dias após a cirurgia (uso obrigatório), manter dieta saudável (para manter um peso padrão).

 

- Na mama:

  • Repouso com os braços. Evitar qualquer movimento nessa região, não dirigir e não andar de ônibus, retirar a faixa de micropore após a permissão do médico, não lavar a área operada nos primeiros 5 dias e utilizar sutiã (que deve ser usado em  tempo integral) indicado pelo cirurgião plástico.

Além de todos esses cuidados, o médico recomendará algumas sessões de fisioterapia (para determinados casos) a fim de se evitar fibroses, reduzir inchaços e hematomas. É imprescindível que se consulte o profissional desde o planejamento da cirurgia até depois de todo o processo realizado.

Veja também!

PESQUISA

DR. FREDERICO VASCONCELOS // CIRURGIÃO PLÁSTICO
  • Formado em Medicina pela Faculdade de Ciencias Médicas de Minas Gerais - FCMMG - BH/MG.
  • Especialização em Cirurgia Geral pelo Hospital Biocor - Nova Lima Grande BH/MG.
  • Especialização em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José / Feluma-FCMMG - BH/MG.
  • Membro do Colégio Brasileiro de Cirurgiões.
  • Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.
  • Membro da Sociedade Brasileira de Laser em Medicina e Cirurgia.
  • Membro do Conselho Regional de Medicina de MG.
  • Membro do Conselho Regional do ES.
  • Membro do Corpo Clínico de Cirurgia Plástica do Hospital Materdei.
  • Membro da Equipe de Cirurgia Plastica do Hospital Villa da Serra.
cirurgia plástica cirurgia plastica