31 3213-0374 | 98955-5665 | 98766-5665 /

Surpreenda-se

Cirurgia plástica segura. Marque sua consulta!
Home > Cirurgia Plástica > Mamoplastia de aumento (Implante de mama)

Mamoplastia de aumento (Implante de mama)

Mamoplastia de aumento (Implante de mama)

A CIRURGIA DE MAMOPLASTIA EM BH

A Mamoplastia de aumento ou implante de silicone é o sonho de consumo de muitas mulheres que objetivam ter seios mais bonitos, maiores, firmes e mais sensuais. Muitas mulheres, de todas as idades, compartilham o mesmo desejo de melhorar sua autoestima e aparência através do implante de silicone nos seios.

Tanto a redução quanto o aumento das mamas preservam todas as suas funções. Lactação e sensibilidade são mantidas, desde que essas condições já existam antes da cirurgia. Logo após a operação, poderá haver uma diminuição da sensibilidade, que, aos poucos, irá retornando ao normal.

TAMANHOS E FORMAS DE PRÓTESES DE SILICONE

Próteses de silicone são compostos resistentes à decomposição pelo calor, água ou agentes oxidantes, além de serem bons isolantes elétricos. As próteses de silicone podem ser encontradas em inúmeras variedades de formas e tamanhos, fazendo assim com que a mulher fique com o formato e tamanho de seios que deseja após a mamoplastia. As próteses estão disponíveis nas formas: redonda com perfil alto, redonda com perfil baixo e em gota. Cada uma com seu tamanho e volume específico, mas que podem variar de 135 a 500 ml de silicone ou mais, se for o desejo da paciente.

Como escolher o tamanho e a forma mais adequada da prótese de silicone?

Na primeira consulta, a cliente avalia, juntamente com o cirurgião, os diversos volumes de próteses mamárias, adequando seu desejo às possibilidades técnicas e ao conjunto estético corporal. Serão apresentadas à cliente as próteses mamárias similares às que serão usadas. Consideramos que a opinião do cirurgião é extremamente importante na determinação do tamanho das próteses para implante, por sua vivência, mas, avaliando-se todos esses aspectos, a escolha deverá ser sempre da paciente. São testados os tamanhos das mamas com moldes durante a cirurgia de implante de silicone e será escolhido o mais harmônico em relação à estrutura corporal.

EM QUAIS CASOS A MAMOPLASTIA DE AUMENTO É INDICADA?

A cirurgia de implante de silicone é indicada nos casos de Amastia (quando há ausência congênita das mamas), Hipomastia (quando há o volume diminuído das mamas), Assimetrias (uma mama é menor que a outra), nos casos de volume normal, mas quando há o desejo de aumento volumétrico das mamas e nas Reconstruções Mamárias secundárias a um defeito morfológico deixado pela ressecção da cirurgia anterior.

Recentemente pode-se observar um aumento da procura pelo implante de silicone, justificada por um modismo internacional aliado à melhor qualidade e segurança das próteses e ao pequeno tamanho das cicatrizes resultantes.

COMO É FEITO O IMPLANTE DE SILICONE NAS MAMAS?

As mamas são incisadas de acordo com a programação prévia, dissecando-se um espaço para a inclusão das próteses de silicone. Tecnicamente, esse espaço pode ser: retroglandular (logo atrás da mama), retrofacial (atrás da fáscia peitoral) ou retromuscular (atrás do músculo peitoral maior). Cada possibilidade será explicada detalhadamente pelo médico. A prótese é posicionada e recoberta pelo tecido mamário, que então é suturado por cima com diversos tipos de pontos. Quando indicado, corrige-se a ptose (queda) associada.

O curativo é feito de forma a ajudar na modelagem das mamas, devendo ser sobreposto por um sutiã adequado (sem rendas ou aros, de forma a moldar toda a mama e justo no tórax, sem, porém, estar apertado). Somente se autoriza a retirada do sutiã para o banho.

QUANTO TEMPO DURA A CIRURGIA DE IMPLANTE DE SILICONE NOS SEIOS?

A cirurgia de mamoplastia pode ser realizada ambulatoriamente, ou seja, pode a paciente ter alta hospitalar no mesmo dia da operação. O ato dura cerca de 2 horas e, em geral, é realizado sob anestesia local com sedação. Pode ser usada outra anestesia, como a geral, dependendo da avaliação do caso pela equipe cirúrgico-anestésica. Tudo isso será conversado com a paciente antes da cirurgia, ponderando-se todos os aspectos.

Deve-se lembrar de que o tempo total de permanência no bloco cirúrgico é maior do que o tempo real da cirurgia, pois o preparo e a recuperação pós-operatória contribuem para esse aumento.

ADOLESCENTES E LACTANTES PODEM FAZER O IMPLANTE DE MAMA?

As mamoplastias estéticas podem ser realizadas a partir do completo desenvolvimento das mamas. Isto tem ocorrido mais precocemente nas últimas décadas devido às mudanças impostas pelas alterações dos hábitos de vida, como o uso frequente de hormônios femininos e o início da atividade sexual, dentre outros fatores. Assim, a partir dos 14 a 15 anos, já é possível implantar próteses de silicone nas adolescentes com desenvolvimento completo das mamas, atendendo suas necessidades estéticas. Ao considerar-se o período de lactação, recomenda-se aguardar pelo menos 6 meses após sua interrupção, para programar a cirurgia de mamoplastia.

QUAL É O PREÇO DO IMPLANTE DE SILICONE?

De acordo com o código de normas e condutas do cirurgião plástico, a SBCP – Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica proíbe a divulgação de preços e formas de pagamento nos meios de comunicação. Os preços e condições de pagamento serão informados ao paciente depois da avaliação médica em consulta. Dúvidas? Agende já sua avaliação.

IMPLANTE DE SILICONE ANTES E DEPOIS

É notável a diferença de autoestima da mulher depois da operação de implante de silicone, essa é uma cirurgia que traz resultados bastante satisfatórios e visíveis logo no início. Porém, o código de normas e condutas do cirurgião plástico da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica proíbe a exibição de fotos de antes e depois, mesmo que haja autorização do paciente.

COMO DEVO ME PREPARAR PARA O IMPLANTE DE MAMA?

Todos os dados relativos à saúde da paciente serão questionados, incluindo doenças prévias ou em tratamento, uso de medicamentos, tabagismo, alergias medicamentosas, alimentares ou diversas, cirurgias prévias, história familiar em câncer de mama, condições de controle das mamas com o especialista etc.

Casos de câncer de mama na família combinados à displasia de alto risco devem ser informados e se tornam uma contraindicação para essa cirurgia.

Após conversar com o médico e esclarecer todas as dúvidas, ele indicará à paciente alguns exames de rotina, que se recomenda que sejam feitos cerca de 10 dias antes da cirurgia de mamoplastia. Também uma avaliação clínico-cardiológica (risco cirúrgico) será recomendada. Em determinados casos pode-se solicitar a mamografia, ultrassom ou outro exame específico que possa ajudar no esclarecimento diagnóstico.

Confira o manual de recomendações do pré-operatório:

Baixe o manual de recomendações para o procedimento de mamoplastia:

 

COMO É O PÓS-OPERATÓRIO DO IMPLANTE SE SILICONE NOS SEIOS?

Normalmente a mamoplastia não apresenta um pós-operatório doloroso. Mesmo assim, se se apresentar algum grau aumentado de sensibilidade dolorosa, o uso de analgésicos comuns resolve bem e será recomendado na prescrição de pós-operatório. Devem-se usar, somente, medicamentos recomendados pelo médico, seguindo todas as orientações dadas pela equipe cirúrgica. É melhor esclarecer as dúvidas com quem fez a cirurgia de implante de silicone, ao invés de pedir orientações a amigos que não conhecem detalhadamente o caso.

Confira o manual de recomendações do pós-operatório:

Baixe o manual de recomendações para o procedimento de mamoplastia:

QUANDO É INDICADA A TROCA DAS PRÓTESES DE MAMA?

A troca das próteses mamárias de silicone, hoje em dia, somente é recomendada nos casos de ruptura, deformidades morfológicas, encapsulamento severo, infecção ou desenvolvimento de doenças mamárias incompatíveis com a permanência desse corpo estranho no organismo. O controle ultrassonográfico (anual) e cirúrgico rigorosos irão detectar essas alterações, indicando a troca. Não há obrigatoriedade de troca a cada 10 anos. É importante salientar que a necessidade de troca das próteses mamárias em decorrência desses fatores, inerentes à própria paciente, irá gerar para ela as despesas de novas próteses, dos gastos hospitalares, de anestesista e até mesmo da equipe cirúrgica, em uma nova operação de implante de silicone.

DÚVIDAS FREQUENTES DE IMPLANTE DE MAMA

A cirurgia de aumento das mamas deixa cicatrizes?
Sim. Felizmente, essa cirurgia permite-nos posicionar as cicatrizes bastante disfarçadas. A escolha do local da cicatriz é decidida em conjunto com a paciente, avaliando cada caso, antes da realização do impante.

Onde se localizam as cicatrizes da mamoplastia?
Na maioria dos casos a cicatriz decorrente do implante de silicone é posicionada no sulco formado entre a mama e o tórax. Outros, na área da aréola, e até mesmo na axila.

Ouvi dizer que algumas pacientes ficam com cicatrizes muito visíveis após a mamoplastia.
Certas pacientes apresentam tendência à cicatrização hipertrófica ou ao queloide. Essa tendência, entretanto, poderá ser avaliada, até certo ponto, durante a consulta inicial. Na ocasião, lhe será feita uma série de perguntas sobre sua vida clínica pregressa, bem como a análise das características familiares, que ajudam no prognóstico das cicatrizes. Geralmente, pessoas de pele clara não tendem a essa complicação cicatricial; pessoas de pele morena têm maior predisposição ao queloide ou à cicatriz hipertrófica. Isto, entretanto, não é uma regra absoluta.

Existe correção para as cicatrizes hipertróficas e queloides?
Vários recursos clínicos e cirúrgicos nos permitem melhorar cicatrizes inestéticas, na época adequada. Não se deve confundir, entretanto, com a evolução natural do período da cicatrização. Qualquer dúvida a respeito da sua evolução cicatricial deverá ser esclarecida com o seu cirurgião, que fará a avaliação do estado em que se encontra a cicatriz.

Como ficarão minhas novas mamas, em relação ao tamanho e consistência, após o implante?
As mamas terão sua consistência e forma melhoradas com a intervenção cirúrgica. Neste caso, pode-se escolher o novo volume (tamanho), pois há vários tamanhos de próteses de silicone. Deverá existir uma harmonia entre o volume das mamas e o tamanho do tórax, característica que deve ser preservada no planejamento da cirurgia. A mama operada passará por vários períodos evolutivos.

No caso de nova gravidez, o aspecto da cirurgia de mamoplastia permanecerá ou ficará prejudicado?
O seu ginecologista\obstetra lhe dirá da conveniência ou não de nova gravidez. Quanto ao resultado, poderá ser preservado, desde que aquele especialista controle seu aumento de peso na nova gestação. Geralmente não há problema de a nova gravidez interferir no resultado, já que a cirurgia de implante de mama é realizada habitualmente “fora do tecido mamário”.

Qual o tipo da anestesia utilizada para o implante de silicone nas mamas?
Na mamoplastia usa-se anestesia geral, peridural ou local, dependendo do caso.

Quanto tempo dura a cirurgia de implante de silicone nos seios?
O implante nos seios dura em média de 90 a 120 minutos. Entretanto, o tempo de ato cirúrgico não deve ser confundido com o tempo de permanência da paciente no ambiente de Centro Cirúrgico, pois essa permanência envolve também o período de preparação anestésica e recuperação pós-operatória. Seu médico poderá lhe informar quanto ao tempo total.

Qual o período de internação após a mamoplastia?
Após o implante de silicone nos seios, o período de internação varia de meio dia a 24 horas.

Quando poderei tomar banho completo após ter feito implante de silicone nos seios?
Dependendo do caso, até no dia seguinte à cirurgia de mamoplastia. Tudo irá depender da evolução da sua cirurgia, assim como o tipo de curativos, observando-se apenas os cuidados especiais que serão orientados pelo seu médico.

Quando poderei retornar aos meus exercícios após implantar silicone nas mamas?
Depende do tipo de exercícios. Aqueles relativos aos membros inferiores poderão ser reiniciados entre 10 a 15 dias após a mamoplastia, evitando-se o “alto impacto”. Para exercícios que envolvam o tórax, geralmente deve-se aguardar além de 30 a 45 dias.

Que vem a ser o endurecimento das mamas (retração da cápsula)?
É uma retração exagerada da cápsula fibrosa normal (que se forma em torno da prótese de silicone), causando certo grau de endurecimento à região quando palpada. Alguns casos estão sujeitos à retração; entretanto, se isto ocorrer, as próteses poderão e deverão ser retiradas através das mesmas cicatrizes. Posteriormente, cirurgião e paciente deverão ponderar sobre a conveniência ou não da reintrodução de outras próteses de silicone, um diferente plano de introdução ou outra conduta que melhor se adapte ao caso.


DR. FREDERICO VASCONCELOS // CIRURGIÃO PLÁSTICO
  • Formado em Medicina pela Faculdade de Ciencias Médicas de Minas Gerais - FCMMG - BH/MG.
  • Especialização em Cirurgia Geral pelo Hospital Biocor - Nova Lima Grande BH/MG.
  • Especialização em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José / Feluma-FCMMG - BH/MG.
  • Membro do Colégio Brasileiro de Cirurgiões.
  • Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.
  • Membro da Sociedade Brasileira de Laser em Medicina e Cirurgia.
  • Membro do Conselho Regional de Medicina de MG.
  • Membro do Conselho Regional do ES.
  • Membro do Corpo Clínico de Cirurgia Plástica do Hospital Materdei.
  • Membro da Equipe de Cirurgia Plastica do Hospital Villa da Serra.
cirurgia plástica cirurgia plastica